«Viajar é certamente uma das mais antigas atividades humanas.»

* Terça, 09 de outubro de 2018 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm 

 

Viajar é certamente uma das mais antigas atividades humanas. Onde existe o ser humano, existem a memória e a paixão da viagem.

O escritor Paul Bowles dizia que o turista e o viajante se distinguem pela experiência que fazem do tempo, apressada a do turista, lenta a do viajante: «Enquanto o turista costuma voltar a correr para casa ao cabo de semanas ou meses, o viajante, que não pertence a um lugar mais que a outro, desloca-se com vagar de uma parte a outra da Terra.»

(In O pequeno caminho das grandes perguntas  – Quetzal – obras de José Tolentino Mendonça)

Reflexão