«Se a alegra provém de Deus e habita no nosso coração, porque não a sentimos?»

* Quinta, 22 de agosto de 2019 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm

 

Se a alegra provém de Deus e habita no nosso coração, porque não a sentimos? Porque estamos, com frequência, tão amargos, tristes, oprimidos? Simplesmente, porque a fonte de onde ela provém não foi descoberta.

E como fazer jorrar esse manancial? Como fazer com que irrompa de nós? Eis a questão. É necessário que nos concentremos até acharmos o nosso íntimo e nele os caminhos que conduzem a Deus. É possível fermentar a ideia de nos aproximarmos de Deus dentro de nós mesmos, orientarmo-nos frequentemente até Ele e permanecermos ali, solitários, em profundo silêncio.

Romano Guardini

(In 3 Minutos para Escutar-te – Paulinas – Paul Debesse)

Reflexão