«Reflexão do Dia com Irmã Lúcia Abreu»

* Sexta, 05 de agosto de 2022 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm

O sofrimento faz parte do próprio

mistério da pessoa humana. Foi o que

sublinhei na Encíclica Spe Salvi, Salvos na esperança,

 notando que «de um lado, ele deriva da nossa

finitude e, do outro, da massa de culpa

que, ao longo da história se foi

acumulando e também no presente cresce

de modo imparável». E acrescentei que

«certamente, é necessário fazer todo o

possível para diminuir o sofrimento…

mas não está nas nossas possibilidades

eliminá-lo completamente do mundo,

simplesmente porque nenhum de nós

está em condições de eliminar o poder

do mal… continuamente fonte de

sofrimento» (Spe Salvi, 36)

Discurso (1) 21.6.09

(In Pensamentos sobre a doença– Bento XVI – Paulinas)