«Ganhar entradas grátis nos CINEMAS NOS, com o PEF FM.»

* Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019 *

Nada melhor que uma boa sessão de cinema para quebrar a rotina do dia a dia, verdade?!

Conheça as estreias desta semana. Hoje, entre as 10h e as 11h, ligue-se ao 92 FM e participe no passatempo dos CINEMAS NOS. Será um momento bem passado e terá uma boa oportunidade de ganhar entradas grátis para ver o filme que lhe apetece.

O Paulo Madruga conta-lhe tudo. Saiba mais sobre os filmes em exibição nos CINEMAS NOS carregando aqui.

Não se esqueça… hoje, depois das 10H, no 92 FM – Posto Emissor do Funchal.

Estas são as estreias da semana:

 

Astérix – O Segredo da Poção Mágica (V.P.)

Género: Animação

Classificação: M/6

Duração: 85

Elenco: Manuel Marques, Eduardo Madeira, Bárbara Bandeira

Realizador: Alexandre Astier, Louis Clichy

Distribuidor: NOS Audiovisuais

Sinopse: Após uma queda durante a colheita de visco, o druida Panoramix decide que chegou a hora de garantir o futuro da aldeia. Acompanhado por Astérix e Obélix, ele irá viajar pela Gália à procura de um druida jovem e talentoso que possa ser treinado e que seja digno de conhecer o segredo da poção mágica.

 

Escape Room

Género: Thriller

Duração: 100

Elenco: Deborah Ann Woll, Taylor Russell, Tyler Labine

Realizador: Adam Robitel

Sinopse: Thriller psicológico sobre seis estranhos que se encontram em circunstâncias fora do seu controlo e que devem usar toda a sua astúcia para encontrar as pistas… ou morrer.

 

Uma Luta Desigual

Género: Biografia

Ano: 2018

Duração: 120

Elenco: Felicity Jones, Armie Hammer, Justin Theroux

Realizador: Mimi Leder

Sinopse: A juíza Ruth Bader Ginsburg fez história em 1993, durante a presidência de Bill Clinton, ao torna-se a segunda mulher e primeira judia a ocupar um cargo no Supremo Tribunal de Justiça dos EUA. O seu percurso profissional, apesar de brilhante, foi pautado pelo esforço em superar uma tripla condicionante: o facto de ser mulher, mãe e judia. Muito devido a isso, dedicou-se a causas feministas, tendo sido cofundadora do projeto dos direitos das mulheres na União Americana pelas Liberdades Civis, durante os anos 1970. Já em Abril de 2015, foi eleita pela revista “Time” como uma das 100 personalidades mais influentes do mundo.