«É um erro pensar que o conforto exterior é a condição necessária para a alegria do coração.»

* Quinta, 13 de setembro de 2018 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm

 

É um erro pensar que o conforto exterior é a condição necessária para a alegria do coração. O que é decisivo na vida de cada um, o que expressa na sua forma mais pura a nossa vocação não depende desse tipo de condicionamentos.

Brota, sim, de uma vitalidade interna, escondida ao olhar, que transportamos, onde quer que estejamos. Seja essa vitalidade uma fonte ou uma sede. Seja uma convicção que estavelmente nos habita ou uma pergunta incómoda que nos morde. O importante é esse estado de escuta e de entrega em que a vida se torna.

(In O pequeno caminho das grandes perguntas  – Quetzal – obras de José Tolentino Mendonça)

Reflexão