«Deus quis que o amor dos casados fosse palpitante de vida»

* Sábado, 13 de julho de 2019 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm

 

Deus quis que o amor dos casados fosse palpitante de vida, repleto de unidade, e que o seu poder de criar despertasse os outros para a vida.

Quis que o amor da mãe fosse ternura.

Quis que o amor do pai fosse a sua força.

Quis que o amor entre amigos fosse luz.

E, por sabermos isto, podemos aspirar à plenitude, à qual Ele nos chama.

Deus é amor; reúne em si todos os atributos do amor, que é a sua fonte, da mesma forma que o Sol é a fonte da luz e do calor da Terra. Assim, podemos entender a razão pela qual o primeiro mandamento é: «Amarás o Senhor teu Deus.»

René Laurentin

(In 3 Minutos para Escutar-te – Paulinas – Paul Debesse)

Reflexão