«Cristo não nos foi enviado para explicar a dor, mas para enchê-la da sua presença.»

* Terça, 16 de outubro de 2018 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm 

 

A morte de Jesus permanece na paisagem do mundo como um sinal escancarado, capaz de falar com emoção a todos, crentes e não-crentes.

Ajudam-nos a tatear no escuro as palavras do poeta Paul Claudel: «Cristo não nos foi enviado para explicar a dor, mas para enchê-la da sua presença.»

(In O pequeno caminho das grandes perguntas  – Quetzal – obras de José Tolentino Mendonça)

Reflexão