«A amizade é uma espécie de fraternidade que elegemos.»

* Segunda, 08 de outubro de 2018 *

Reflexão do Dia trazida até nós pela Irmã Lúcia Abreu, cm

 

O que aproxima os amigos, o que os liga entre si é a descoberta de uma afinidade interior, puramente gratuita, mas suficientemente forte para fazer persistir no tempo o afeto, a cumplicidade e o cuidado. Se quisermos explicar que afinidade é essa, nem saberemos.

A amizade é uma espécie de fraternidade que elegemos. São irmãs e irmãos para a vida; presenças de todas as horas; baluartes discretos, mas inamovíveis; companheiros de viagem, mesmo quando não estão fisicamente ao nosso lado. Os amigos falam uma língua só deles: bastam meias-palavras. Às vezes até um olhar é suficiente para compreenderem tudo o que se passa connosco.

(In O pequeno caminho das grandes perguntas  – Quetzal – obras de José Tolentino Mendonça)

Reflexão